O Conselho de Veteranos da Universidade de Coimbra decidiu em reunião, no dia 21, que a garraiada permanece na Queima das Fitas de Coimbra, indo assim contra a decisão do referendo, através do qual 70,7% dos estudantes votaram pelo seu fim.

“Após esta reunião, foi-me participado que, pelo menos, um dos elementos que participou na acesa discussão que ocorreu no passado dia 21 e que participou na votação não auferia de uma posição na Hierarquia Praxística que tal lhe permitisse. Com base nas normas de funcionamento do Conselho de Veteranos, a comprovação dos factos reportados torna nulas as decisões tomadas nessa reunião, dado que a participação dessa pessoa enviesou quer a discussão quer a votação final”, explicou o Dux.

Nesse sentido, o Dux convocou para dia 02 de abril, “após a pausa letiva da Universidade de Coimbra, um Magnum Consilium Veteranorum extraordinário, com ponto de ordem único a ratificação do resultado do referendo à academia sobre a Garraiada, a ter lugar pelas 21 :00 no Mini-Auditório Salgado Zenha, sito no Piso 0 do Edifício Sede da Associação Académica de Coimbra”.

O Dux disse ainda à Lusa que a história diz que o Conselho de Veteranos segue sempre aquilo que a Academia defende, neste caso o fim da garraiada.

“A vontade expressada pelos estudantes no passado dia 13 de março foi inequívoca, não restando dúvidas de que a garraiada é um evento que não reúne um claro apoio na comunidade académica”, afirmou.

Por isso mesmo, defende, “a História, a Praxe, a Tradição e a Queima das Fitas pertencem aos estudantes da Universidade de Coimbra e, neste sentido, devem sempre ser defendidos os interesses e convicções destes”.

“As tradições são também mutáveis, e evoluem em conjunto com a nossa sociedade. Nunca devemos esquecer a História e as nossas Tradições, mas devemos também saber adequá-las às realidades e convicções da sociedade presente. Foi neste sentido que apresentei nesta reunião a recomendação a todos os presentes para reconhecimento do resultado do referendo do passado dia 13”, acrescentou o Dux.

Na quinta-feira, numa carta aberta, antigos dirigentes da Associação Académica de Coimbra (AAC) e das várias secções e organismos que a compõem apelaram ao Conselho de Veteranos que respeite a decisão do referendo de acabar com a garraiada.

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) apelou também na quinta-feira à "desobediência civil" dos estudantes de Coimbra, após o Conselho de Veteranos ignorar o referendo que determinava o fim da garraiada na Queima das Fitas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.