“Foi apresentada só uma lista, o que revela a confiança que os militantes do PSD/Madeira têm no projeto que apresentamos e está apena no início”, afirmou Rui Abreu à agência Lusa.

Segundo o responsável social-democrata madeirense, esta situação representa “a continuidade do projeto” que tem sido seguido, acrescentando que “2.800 militantes estão em condições de votar” a 09 de dezembro.

Nas eleições internas que se realizaram a 29 de dezembro de 2014, Miguel Albuquerque foi eleito líder do PSD/Madeira, com 64% dos votos num universo de 6.232 votantes, num resultado superior ao alcançado pelo histórico presidente do partido na região, Alberto João Jardim, em 2012.

Nesse ano, surgiram quatro candidatos à liderança, nomeadamente Miguel Albuquerque, Miguel de Sousa, Sérgio Marques e Manuel António Correia (ex-secretário regional do Ambiente e Recursos Naturais) e tido como o apoiado por Jardim.

Na primeira volta votaram 6.373 militantes e na segunda 6.232, o que representa que decréscimo de 141 votos, número semelhante ao que ditou a derrota de Albuquerque nas eleições de 2012.

Numa segunda volta disputada com Manuel António Correia, tal como na primeira, Miguel Albuquerque ganhou em 10 dos 11 concelhos da Madeira, tendo Manuel António alcançado a vitória apenas no município da Ponta do Sol, na zona oeste da ilha, de onde é natural a sua família (freguesia dos Canhas).

O próximo congresso do PSD/Madeira está marcado para 21 e 22 de janeiro do próximo ano.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.