Esta "breve declaração" de António Costa foi transmitida à agência Lusa por fonte oficial do Governo.

Na semana passada, numa declaração ao país, o primeiro-ministro comunicou que o Governo se demitiria caso a Assembleia da República aprovasse em votação final global o texto saído da Comissão Parlamentar de Educação, prevendo o princípio de que os professores recuperariam nove anos, quatro meses e dois dias do tempo de serviço alvo de congelamento no período entre 2011 e 2017 .

Uma medida que o executivo socialista estimou que teria um impacto na ordem dos 800 milhões de euros em ano cruzeiro de aplicação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.