De acordo com fonte oficial do Governo português, António Costa chega a São Tomé e Príncipe dia 18, tendo reuniões com o Presidente da República e com o primeiro-ministro deste país, respetivamente Evaristo Carvalho e Jorge Bom Jesus.

Durante a sua presença em São Tomé e Príncipe, o primeiro-ministro desloca-se também ao navio patrulha português NRP Zaire, que tem como missão contribuir para a segurança marítima e "promover a capacitação" da guarda costeira deste país.

Neste navio patrulha nacional, António Costa terá um breve encontro com os elementos da força destacada desta guarnição mista, dos quais 25 são portugueses e 17 são-tomenses.

Após São Tomé e Príncipe, o primeiro-ministro estará na Guiné-Bissau nos próximos dias 19 e 20 - uma visita oficial que terá como momento alto político a assinatura do Programa Estratégico de Cooperação 2021/2025.

De acordo com fonte do Governo português, com a assinatura deste programa estratégico de cooperação, são esperados avanços no aprofundamento das relações bilaterais em áreas como a saúde, a educação e a cultura.

Durante os dois dias de presença em Bissau, António Costa terá reuniões com o Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, com o chefe do Governo guineense, Nuno Gomes Nabiam, e como presidente do parlamento, Cipriano Cassamá,

Em outubro, quando visitou Portugal, o Presidente da Guiné-Bissau disse que o primeiro-ministro português iria visitar em breve o seu país, antecipando na altura a possibilidade dessa viagem se realizar em novembro - mas a visita acabou por não se concretizar tão cedo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.