"A Secretária Regional da Educação e o Secretário Regional da Saúde e Desporto informam que o bloco do Jardim Infantil e do 1.º Ciclo da Escola Básica António José de Ávila, na Horta, estarão encerrados nos dias 25 e 26 de janeiro, aguardando pelos resultados dos testes à covid-19 a contactos próximos", lê-se num comunicado enviado hoje às redações.

O Governo dos Açores, de coligação PSD/CDS-PP e PPM, adianta na mesma nota que "estará igualmente encerrada a Escola Básica e Integrada Mouzinho da Silveira, na Vila do Corvo, enquanto vigorar a recomendação de confinamento da população pela Autoridade de Saúde Regional, e enquanto se aguardam os resultados laboratoriais de testes à covid-19".

A Autoridade de Saúde dos Açores reportou no sábado o primeiro caso na ilha do Corvo, dez meses depois de ter surgido nos Açores pela primeira vez o primeiro registo de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a doença covid-19.

Segundo o comunicado divulgado no sábado pela Autoridade de Saúde Regional dos Açores, trata-se de um residente na ilha, que foi testado no rastreio realizado ao sexto dia aos passageiros que chegam de fora do arquipélago ou da ilha de São Miguel, que está classificada como zona de “alto risco” de transmissão.

A Autoridade de Saúde Regional dos Açores apelou à população do Corvo, a mais pequena dos Açores, para se manter em confinamento, até terminar a testagem dos contactos próximos do primeiro caso de infeção por SARS-CoV-2 registado na ilha.

“Tendo em conta as especificidades próprias da mais pequena ilha da Região Autónoma dos Açores, nomeadamente os limitados recursos materiais e humanos de saúde, a Autoridade de Saúde Regional recomenda o confinamento de toda a população da ilha do Corvo até terminar a testagem de despiste rápido já iniciada e a que, posteriormente, será realizada por RT-PCR a todos os contactos próximos de alto risco já identificados”, lia-se num comunicado de imprensa.

As únicas escolas encerradas no arquipélago, para além das hoje anunciadas, são as de São Miguel, a ilha mais populosa dos Açores e a com maior número de casos de covid-19.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.129.368 mortos resultantes de mais de 99,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 10.469 pessoas dos 636.190 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.