O Instituto Robert Koch contabiliza seis vítimas mortais no último dia, para 9.101, e mais 400 casos considerados curados para um total aproximado de 189 mil.

A região da Baviera, a maior da Alemanha e a mais afetada, regista 50.049 casos desde o início da pandemia de covid-19.

No estado da Renânia do Norte-Vestefália, o segundo com mais casos (46.615), foram quantificadas 2.119 infeções ligadas ao surto na fábrica de carne Tönnies, na localidade de Gütersloh.

A informação foi avançada hoje pelo ministro da Saúde da região, Karl-Josef Laumann, ao jornal “Neue Osnabrücker Zeitung”, que admite ainda a hipótese de mais 67 casos terem relação direta com o surto que provocou o confinamento de duas localidades.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 617.500 mortos e infetou mais de 15 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.702 pessoas das 49.150 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.