Em entrevista hoje ao jornal regional Rhenischer Post, o chefe de Governo de Sachsen (na zona oriental da Alemanha), Michael Kretschmer, defendeu que “a segunda [vaga] já está aí”.

“Todos os dias temos novo focos de infeção que podem originar um elevado número de casos”, alertou o responsável.

A Alemanha identificou 781 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, segundo o Instituto Robert Koch, um número ainda assim abaixo das 815 novas infeções identificadas na sexta-feira.

Ao todo, desde o início da pandemia, foram registados 204.964 casos de covid-19 e 9.118 mortes.

De acordo com este instituto, os números dos últimos dias representam uma mudança na tendência, dado que até agora o número médio de novas infeções era de cerca de 500.

O aumento tem sido registado em várias regiões do país, embora cerca de 60% dos novos casos tenham sido registados nos Estados do oeste (Nordrhein-Westfalen) e do sudoeste (Baden-Württemberg)

Depois de as autoridades de saúde alemãs terem admitido que estes são dados preocupantes, Michael Kretschmer disse na entrevista àquela publicação regional ser necessário “quebrar” esta nova tendência.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.