Segundo as novas regras, apenas os certificados digitais covid da União Europeia (UE) dos maiores de 18 anos estão agora sujeitos a um prazo de validade de 270 dias (nove meses) após a administração da última dose de vacinação primária.

Para a vacina Johnson&Johnson, tal significa 270 dias após a primeira e única injeção. Para uma vacina de duas doses, significa 270 dias após a segunda injeção.

Esta flexibilização das regras deve-se ao facto de nem todos os Estados-membros da UE recomendarem o reforço da vacinação a menores.

A isenção deverá ser aplicada por cada Estado-membro – através da adaptação das aplicações que verificam a validade dos certificados – até 6 de abril.

O Certificado Digital Covid da UE é uma prova digital de que uma pessoa está vacinada contra a doença, recebeu um resultado negativo de um teste ou recuperou da covid-19.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.