No total, a Lusa regista que há cerca de 102 mil jovens com marcação para a toma da primeira dose da vacina e vão todos fazê-lo entre hoje e domingo. A RTP, todavia, adianta que o número chega aos 165 mil.

Segundo a ‘task-force’ responsável pelo processo, todos os centros de vacinação vão estar na sua capacidade máxima durante os dois dias, mas o objetivo é vacinar ainda mais pessoas.

Por isso, além dos 102 mil que realizaram o auto agendamento no início do mês, e que representam cerca de metade da população desta faixa etária, vai estar também disponível a modalidade “Casa Aberta”, que funciona em horários limitados, dispensa a marcação prévia, exige apenas uma senha digital e que estará disponível para as pessoas com 16 ou mais anos e que não tenham sido infetadas com o novo coronavírus nos últimos seis meses.

À semelhança dos mais novos, os jovens de 16 e 17 anos receberão a vacina da Pfizer, cujo intervalo entre doses é de 21 dias, estando previsto terem a vacinação completa no início do próximo ano letivo.

Portugal já tem 62% da população com vacinação completa contra a covid-19 e 71% com pelo menos uma dose administrada, com os maiores de 65 anos quase totalmente vacinados.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.