O chefe de Governo pediu “unidade, serenidade e estabilidade” perante o surto do Covid-19.

Pedro Sánchez, que presidiu na manhã de hoje à comissão de monitorização do novo coronavírus, exigiu que todos os cidadãos sigam estritamente as indicações, “como já estão a fazer”, e que ouçam atentamente as recomendações de saúde prescritas nas comunidades autónomas.

“Essa causa não distingue ideias ou cores”, disse Sanchez, que defendeu a gestão do Governo diante desta crise de saúde, enfatizando que a Espanha tem um sistema de saúde robusto e dotado de profissionais “excelentes”.

O Ministério da Saúde da Espanha confirmou hoje 999 casos do novo coronavírus (Covid-19) no país, a maioria dos quais localizados na Comunidade de Madrid (469) e no País Basco (149).

O ministério espanhol anunciou estes números logo após a conferência de imprensa realizada pelo diretor do Centro de Coordenação de Alertas e Emergências em Saúde, Fernando Simón, na qual relatou o registo de 904 casos confirmados e 16 mortos.

Simón, no entanto, especificou que os dados estão a mudar de acordo com as informações fornecidas pelas comunidades autónomas.

Além de Madrid e do País Basco, estas são as comunidades com o maior número de pessoas infetadas pelo novo coronavírus: La Rioja (81), Catalunha (75), Andaluzia (54), Comunidade Valenciana (37), Castela-Mancha (26), Castela e Leão (23) e Ilhas Canárias (22).

Assim como em Aragão (13), Cantábria (12), Baleares (11), Astúrias (7), Extremadura (7), Galiza (6), Múrcia (4) e Navarra (3).

Ceuta e Melilla continuam sem casos confirmados do novo coronavírus.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.