A região autónoma passa a contabilizar 826 casos confirmados de covid-19, dos quais 616 já estão curados, havendo também a registar dois óbitos associados ao novo coronavírus.

Em relação aos novos casos, dois foram importados do Reino Unido e 13 são de transmissão local, todos associados a contactos com positivos anteriormente identificados.

"Três casos dizem respeito a crianças com idades entre 5 e 12 anos, que frequentam estabelecimentos de ensino nos concelhos do Funchal e Câmara de Lobos", esclarece a Direção Regional de Saúde, indicando que os planos de contingência foram ativados e a investigação epidemiológica está em curso.

Das 208 infeções ativas, 41 foram importadas e 167 são de transmissão local, sendo que, no total, 28 são não residentes e 180 residentes no arquipélago.

Em relação ao isolamento dos casos ativos, 26 pessoas estão numa unidade hoteleira dedicada, 178 em alojamento próprio e quatro encontram-se internadas no Hospital Central do Funchal, uma das quais nos cuidados intensivos.

A Direção Regional de Saúde informa que 1.271 pessoas estão em vigilância ativa e 5.675 viajantes estão a ser acompanhados com recurso à aplicação ‘MadeiraSafe'.

"No total, há 114 novas situações que se encontram hoje em estudo, duas provenientes da operação de rastreio no Aeroporto da Madeira e 112 relacionadas com contactos com casos positivos", refere.

A autoridade de saúde realça, por outro lado, que foram efetuados 241 testes num lar de idosos, no concelho de Machico, onde um profissional de saúde foi confirmado com covid-19, sendo o resultado negativo para todos.

No contexto da operação de rastreio de viajantes nos portos e aeroportos da Madeira e do Porto Santo, em vigor desde 01 de julho, há a reportar um total cumulativo de 111.400 colheitas para teste ao novo coronavírus realizadas até às 18:30 de hoje.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.495.205 mortos resultantes de mais de 64,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 4.724 pessoas dos 307.618 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.