"Chegou-se a acordo para adiar a prova, de forma a seguir a trabalhar na contenção do coronavírus, seguindo as recomendações das autoridades sanitários e da Organização Mundial de Saúde (OMS), no que refere a grandes acontecimentos", explicou, em comunicado, o município.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou cerca de 3.500 mortos e infetou mais de 100 mil pessoas em 94 países e territórios.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.