Num boletim sobre o impacto da covid-19 no território português, o INE assinala também que 61 por cento dos novos casos confirmados de contágio pelo novo coronavírus nos últimos 14 dias foram registados nas regiões Norte e Centro.

O “aumento exponencial de novos casos confirmados” a partir de 28 de dezembro culminou em 13 de janeiro com o maior número de novos casos a sete dias registado desde o início da pandemia: 61.273.

Entre 07 de dezembro de 2020 e 03 de janeiro, o número de mortes foi superior à média dos últimos cinco anos para o mesmo período em 225 dos 308 concelhos do país, onde se concentra 85% da população.

Nas regiões Norte e Centro, a média deste período foi 1,2 vezes superior ao período de referência.

Nas últimas duas semanas, a taxa de incidência de novos casos a 14 dias foi 1.011 por cada 100 mil habitantes, indica ainda o INE.

Em relação à incidência dos contágios, as sub-regiões do Cávado (916 casos por 100 mil habitantes), Terras de Trás-os-Montes (874 por 100 mil) e Alto Tâmega (851 casos) são as três mais afetadas nesse período.

Dados de 5 de janeiro indicam que nessa data havia 57 municípios com um número de novos casos superior ao limiar de 960 casos por 100 mil habitantes a partir do qual se considera que há um risco extremamente elevado, 19 deles na região Norte e 21 na região Centro.

(Notícia atualizada às 12:24)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.