Em relação à contagem realizada na quinta-feira à mesma hora, houve 3.332 novos casos e 110 mortes, de acordo com dados reunidos pela AFP junto de autoridades nacionais em todo o mundo e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A China (sem as regiões administrativas de Macau e Hong Kong), o país onde a epidemia foi declarada no final de dezembro, somava 80.552 casos e 3.042 mortes pelo novo coronavírus que provoca a doença denominada Covid-19.

Nas 24 horas anteriores à atualização do balanço, a China acumulou 143 infeções e 30 novas mortes.

O resto do mundo contava, às 17:00 de hoje, 20.290 infeções, das quais 3.189 registadas nas 24 horas anteriores, e 414 mortes.

A seguir à China, os países mais atingidos pela epidemia eram a Coreia do Sul (6.284 casos, dos quais 196 são novos, e 42 mortes), o Irão (4.747 casos, dos quais 1.234 são novos, e 124 mortes), a Itália (4.636 casos, dos quais 778 são novos, e 197 mortes) e a França (577 casos, dos quais 200 são novos, e nove mortes).

Portugal registava 13 infeções até hoje, sem qualquer vítima mortal, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

Desde as 17:00 de quinta-feira, China, Itália, Irão, Coreia do Sul, Estados Unidos, França, Espanha e os Países Baixos registaram novas mortes.

A Palestiniana, a Sérvia, o Vaticano, a Eslováquia, o Peru, o Togo e o Butão apresentaram os seus primeiros casos.

A Ásia acumulava 88.389 casos e 3.101 mortes, até às 17:00 de hoje, a Europa 7.112 casos (214 mortes), o Médio Oriente 5.003 casos (127 mortes), os Estados Unidos e o Canadá 194 casos (12 mortes), a Oceânia 68 casos (duas mortes), a África 42 casos e a América Latina e Caraíbas 34 casos.

[Notícia atualizada às 19:15]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.