Hoje, domingo de Páscoa, o pastor Patrick Allerton escolheu Portobello, na conhecida zona de Nothing Hill, na capital britânica, para celebrar o serviço religioso.

Com o microfone alimentado por uma bateria portátil transportada na bicicleta, o pastor, de 41 anos, na rua, pede a atenção de quem está em casa por uns minutos, “para lhes trazer um pouco de alegria”.

“Se as pessoas não podem vir à Igreja, então a Igreja vai procurá-las”, diz Patrick Allerton, ordenado há dez anos e com o colarinho clerical a contrastar com os ténis coloridos.

Desde que as celebrações foram suspensas, devido às medidas para conter o novo coronavírus, a 23 de março, o reverendo passou a escolher diferentes zonas de Londres para continuar a sua missão, através de um serviço religioso breve.

No dispositivo portátil, põe a tocar “Amazing Grace”, a popular canção religiosa, e as atenções vão-se virando para Patrick Allerton.

O objetivo do pastor, natural de Hampshire, no sul de Inglaterra, é, em tempos de incerteza e confinamento, ser um veículo “de esperança”, “para superar o medo”.

“Tocamos o hino, depois começamos um tempo de oração ou reflexão silenciosa para os doentes e os funcionários do NHS (serviço de saúde pública britânico)”, disse à AFP o homem que só se tornou cristão aos 18 anos. “Acabamos com um Pai Nosso. É muito mais curto que um serviço normal”, acrescenta.

Patrick Allerton acredita ser uma forma de “unir a comunidade” através de “uma atividade comum positiva”: cantar. “Porque cantar traz alegria!”, acentua.

Nas janelas ou na rua, os residentes saúdam o seu desempenho com aplausos constantes. “Eu preparo-me para a possibilidade de as pessoas me atirarem tomates podres”, graceja o pastor, que, no entanto, sente ser recebido de forma “notavelmente calorosa”.

“Estou feliz por ter um pequeno papel a desempenhar, para dar esperança às pessoas nestes tempos difíceis”, refere o pastor.

Muitos outros membros da Igreja Anglicana Britânica adotaram medidas para não perderem o contacto com os fiéis numa altura em que se pede distanciamento social, desde missas transmitidas através do YouTube até às realizadas nos pátios das igrejas.

O arcebispo de Cantuária, Justin Welby, líder espiritual dos anglicanos, também implementou essa abordagem, celebrando hoje a missa de Páscoa com milhares de fiéis, que seguiram a celebração gravada em vídeo, na sua cozinha.

O sermão foi transmitido em 39 estações locais da BBC e publicado na Internet, tornando-o o primeiro serviço virtual em todo o país organizado pela Igreja da Inglaterra.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.