"Considerando a importância de todos os Parceiros da Rede Social Concelhia na intervenção direta e na proximidade com as pessoas, este Plano prevê uma articulação entre todas as entidades envolvidas, na otimização de recursos e eficiência da resposta, garantindo o acesso aos bens essenciais de forma célere, segura e sem riscos para a saúde", esclarece a autarquia, em nota divulgada hoje.

Na prática, o Plano passa por apoiar a população de Penela na entrega ao domicílio de géneros alimentares, medicamentos e bens de primeira necessidade, de modo a evitar a sua exposição à pandemia do COVID-19.

As pessoas que integrem estes grupos de risco podem ser sinalizadas através do telefone 239 561 180 e email: acao.social@cm-penela.pt.

"A entrega dos bens essenciais será feita em segurança e com a maior celeridade possível por colaboradores do município devidamente identificados, em viaturas com o logotipo do município. O motorista ou qualquer outro colaborador não pode efetuar as encomendas nem efetuar os pagamentos", adianta a autarquia.

Todas as encomendas são da inteira responsabilidade dos munícipes e todos os fornecedores de bens e serviços têm de estar localizados na área geográfica do concelho de Penela.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 1.020, mais 235 do que na quinta-feira.

O número de mortos no país subiu para seis.

Dos casos confirmados, 894 estão a recuperar em casa e 126 estão internados, 26 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI).

O boletim divulgado pela DGS assinalava 7.732 casos suspeitos até quinta-feira, dos quais 850 aguardavam resultado laboratorial.

Das pessoas infetadas em Portugal, cinco recuperaram.

De acordo com o boletim, há 9.008 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde.

Atualmente, há 24 cadeias de transmissão ativas em Portugal.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira, depois de a Assembleia da República ter aprovado na quarta-feira o decreto que lhe foi submetido pelo Presidente da República, com o objetivo de combater a pandemia de Covid-19, após a proposta ter recebido pareceres favoráveis do Conselho de Estado e do Governo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.