De acordo com o boletim hoje divulgado, Portugal já contabilizou 121.133 casos confirmados e 2.343 óbitos desde o início da pandemia de covid-19.

A região Norte volta a registar o maior número de novos casos (+1.633). Porém, foi na região de Lisboa e Vale do Tejo onde se registaram mais mortes. Dos 27 óbitos, 13 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, oito na região Norte, cinco no Centro e um no Alentejo.

Nas últimas 24 horas foram dados como recuperados 1.079, totalizando 69.956 desde o início da pandemia.

Os internamentos hospitalares voltaram a atingir valores registados desde o início da pandemia, num total de 1.672, mais 98 pessoas internadas do que no no domingo.

Nos cuidados intensivos estão internados 240 doentes, mais 10 do que ontem.

As autoridades de saúde têm 59.631 pessoas em vigilância, mais 882 do que neste domingo. A DGS revela ainda que estão ativos 48.834 casos, mais 1.341 do que na véspera.

A região Norte continua a registar o maior número de novas infeções diárias, hoje com mais 1.633 casos, totalizando 51.932, e 1.030 mortos, dos quais oito nas últimas 24 horas, desde o início da pandemia em março.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 580 novos casos de infeção, contabilizando a região 53.412 casos e 940 mortes, das quais 13 nas últimas 24 horas.

Na região Centro registaram-se 167 novos casos, tendo sido ultrapassada a barreira das 10 mil infeções pelo novo coronavírus (10.118) e 296 mortos.

No Alentejo foram registados 24 novos casos de infeção, totalizando 2.436 com um total de 37 mortos desde o início da pandemia.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 27 casos de infeção, somando 2.496 casos e 25 mortos.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados mais cinco casos nas últimas 24 horas, somando 345 infeções detetadas e 15 mortos desde o início da pandemia.

A Madeira registou 11 novos casos nas últimas 24 horas, contabilizando 394 infeções, sem registo de óbitos por covid-19 até hoje.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

No total, o novo coronavírus já afetou em Portugal pelo menos 55.181 homens e 65.952 mulheres, de acordo com os casos declarados.

Do total de vítimas mortais, 1.197 eram homens e 1.146 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

Às segundas-feiras o boletim divulga o número de casos por concelhos, sendo o de Lisboa o que continua a apresentar mais infeções (9.202), seguido de Sintra (7.454), Loures (4.641) e Amadora (3.722).

O concelho do Porto regista 3.508 infeções por SARS-CoV-2, Vila Nova de Gaia 3.246, Cascais com 3.054, Odivelas 2.888, Oeiras 2.334, Matosinhos 2.426, Vila Franca de Xira 2.185, Guimarães 2.168 e Braga com 2.049, precisa o relatório da situação epidemiológica.

Em Almada foram detetados 1.928 casos, em Paços de Ferreira 1.845, Seixal 1.782, Gondomar 1.740, Maia 1.648, Valongo 1.352, Lousada 1.253 e Paredes com 1.032

Os restantes concelhos que constam da lista do relatório registam valores abaixo dos mil casos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 43 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.