Desde a passada quarta-feira foram identificados mais 56 casos de pessoas identificados com a variante B.1.351 ou também designada por 501Y.V2, levando as autoridades a pedir a todas as pessoas de certos bairros de Londres a realização de testes.

A estirpe é considerada mais transmissível do que aquela atualmente prevalente no Reino Unido, além de as vacinas serem menos eficazes no combate à infeção, embora se acredita que mesmo assim evitem complicações graves da doença.

Na quarta-feira tinham sido contabilizadas 38 mortes.

Entre 09 e 15 de abril foram registadas 211 mortes, menos 2,3% do que nos sete dias anteriores, com a média diária a fixar-se agora em 30 óbitos.

O total oficial desde o início da pandemia passou hoje para 127.191 óbitos confirmados.

Nas últimas 24 horas foram registados 2.672 novos casos, mais do que os 2.491 da véspera, mas o total contabilizado entre 09 e 15 de abril desceu 6,9% face aos sete dias anteriores.

Na quarta-feira foram vacinadas 461.618 pessoas, das quais 117.835 com uma primeira dose e 343.783 com a segunda dose de uma vacina contra a covid-19.

No total, 32.444.439 pessoas foram imunizadas com uma primeira dose, das quais 8.513.864 já receberam uma segunda dose, a qual é administrada com um intervalo de entre três e 12 semanas.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.974.651 mortos no mundo, resultantes de mais de 138,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.933 pessoas dos 829.358 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.