Em comunicado, a Santa Casa da Misericórdia de Murça (SCMM), no distrito de Vila Real, explicou que após ter sido detetado um caso positivo num funcionário e num utente em 12 de janeiro, todo o universo daquele lar foi testado na quinta-feira, registando-se um total de casos de covid-19 em 33 utentes e 25 funcionários.

“Estão a ser cumpridas todas as orientações da autoridade de saúde e a SCMM mantém um diálogo constante com familiares e autoridade de saúde, Segurança Social, Centro de Saúde de Murça, Câmara Municipal de Murça e Proteção Civil, no sentido de reunir esforços para ultrapassar a situação”, realça ainda a nota.

A instituição do distrito de Vila Real apela ainda à “compreensão de todos” e refere que “de momento não é possível atender todas as tentativas de contacto, pois as equipas estão reduzidas e focadas nos cuidados a prestar aos utentes”.

“Qualquer alteração do estado de saúde dos utentes será de imediato comunicada aos respetivos familiares”, acrescenta o comunicado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.