As autoridades sanitárias de Taiwan anunciaram que uma mulher na casa dos 30 anos tinha dado positivo.

Segundo as autoridades, a mulher esteve em contacto com um piloto estrangeiro que trabalhava para uma empresa de Taiwan e era portador do vírus.

"O seu caso foi confirmado hoje", apontou o Centro de Controlo de Doenças numa declaração.

Taiwan, que tinha tomado uma decisão precoce de fechar as suas fronteiras e instaurado um regime de quarentena rigorosa, registou apenas 770 casos e sete mortes foram atribuídas à covid-19.

Desde 12 de abril, todos os novos casos de coronavírus na ilha eram importados.

A esmagadora maioria das pessoas que chegam a Taiwan devem ser submetidas a uma quarentena de duas semanas e a um teste negativo, o que até terça-feira tinha impedido os portadores do vírus de o transmitirem à população local.

Os pilotos, por outro lado, só são obrigados a submeter-se a uma quarentena de três dias, ou quarentena domiciliária, quando regressam do estrangeiro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.