O juiz-presidente da Comarca de Vila Real, Álvaro Monteiro, afirmou à agência Lusa que hoje está assegurado o serviço urgente do Tribunal de Chaves e que a atividade normal é reposta na quinta-feira.

Na terça-feira, o juiz-presidente decidiu cancelar por dois dias as diligências, explicando que estava em causa uma “medida de prevenção" tomada depois de ter tido conhecimento que uma funcionária teve um teste positivo à infeção pelo novo coronavírus.

Esta funcionária já se encontrava em casa desde terça-feira da semana passada, depois de o seu companheiro, que também trabalha naquele tribunal, ter feito um teste com resultado positivo.

Álvaro Monteiro disse que a Autoridade de Saúde Pública entendeu que, como a infeção já terá ocorrido há mais de uma semana, há condições para retomar o serviço com normalidade, mantendo-se de sobreaviso as pessoas que contactaram com os casos positivos.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Unidade de Saúde do Agrupamento de Centros de Saúde do Alto Tâmega, o concelho de Chaves contabilizada na terça-feira 38 casos positivos. Nos seis concelhos do Alto Tâmega havia 190 casos ativos.

De acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde (DGS), em Portugal, morreram 2.213 pessoas dos 103.736 casos de infeção confirmados.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.