O processo de vacinação dos 15 mil bombeiros teve início no passado dia 11 de fevereiro e ficou concluído na semana passada, precisou fonte do MAI à Lusa.

Os bombeiros foram considerados prioritários nesta primeira fase do processo de vacinação tendo em conta a função essencial do Estado que desempenham e devido à dimensão operacional do transporte pré-hospitalar que executam.

Segundo o MAI, a ordem de vacinação destes bombeiros foi definida pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil “com base em critérios operacionais e abrangeu o universo de voluntários, sapadores e municipais”.

Nesta primeira fase, que durou duas semanas, cerca de 50% do efetivo total dos bombeiros foi vacinada contra a covid-19.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.531.448 mortos no mundo, resultantes de mais de 114 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.351 pessoas dos 804.956 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.