O presidente do Conselho de Administração da CP - Comboios de Portugal, Pedro Moreira, irá, assim, apresentar, pelas 15:30, os termos do concurso para esta aquisição, aprovada em julho pelo Governo e com um valor de 819 milhões de euros, segundo comunicado enviado esta segunda-feira, pela empresa pública.

Em novembro, o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, afirmou que o concurso para a aquisição das automotoras elétricas tinha já o caderno de encargos pronto para o que disse ser "o maior concurso de sempre da história da CP".

Na ocasião, o ministro acrescentou que o concurso estava a ser preparado para garantir que os 117 comboios "são para ser feitos por uma empresa que esteja disponível para construir parte, ou a totalidade dos comboios" em Portugal.

Pedro Nuno Santos deverá intervir pelas 15:45 na cerimónia a realizar no Parque Oficial de Guifões.

O concurso foi aprovado em Conselho de Ministros, sendo que o Governo espera que o primeiro comboio chegue em 2026 e que a totalidade das composições esteja em circulação em 2029.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.