De acordo com o subcomissário David Gomes, após o rapaz ter entrado com a arma na Escola Básica de Santa Luzia, cerca das 12:20, os colegas alertaram um funcionário do estabelecimento de ensino para a situação, sem se registar "nenhum problema”.

“Os colegas aperceberam-se da arma e informaram um funcionário, que, por sua vez, contactou com a professora, a qual fez a ponte com a direção da escola e a PSP", relatou o responsável policial.

A PSP, através dos agentes afetos ao programa Escola Segura, apreendeu a arma, o menor foi identificado e a família informada da situação.

“A arma está apreendida no âmbito do processo", referiu o comandante da esquadra da PSP, indicando que o expediente vai ser comunicado ao Ministério Público de Elvas, que "entenderá em que moldes vai proceder”.

O subcomissário David Gomes disse ainda que, desde que assumiu o comando da esquadra de Elvas há dois anos, esta “é a primeira situação com alguma gravidade” registada num recinto escolar da cidade raiana.

“É uma situação isolada, no entanto vamos tomar atenção a esta escola e ter um policiamento mais reforçado no sentido de se evitarem estas situações”, garantiu.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.