As intempéries que ocorreram entre os dias 6 e 7 desalojaram mais de 1.600 pessoas e destruíram dois centros de saúde, disse Zutina Armando, administradora do distrito de Malema, província de Nampula, citada pelo canal público Televisão de Moçambique.

O Instituto Nacional de Gestão Calamidades (INGC) mobilizou uma equipa técnica para minimizar os efeitos das intempéries.

A instituição já forneceu ‘kits’ de alimentação a algumas famílias afetadas pelos eventos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.