Com esta iniciativa, a INCM pretende assegurar um maior acesso à informação oficial que regula o dia a dia de todos os cidadãos, empresas e outras entidades, refere uma nota da empresa pública, acrescentando que as páginas do Twitter, Instagram e Facebook do DR disponibilizarão diariamente o acesso à legislação publicada, a explicações de conceitos jurídicos (lexionário) e a outros conteúdos pedagógicos e temáticos intemporais.

No Twitter, o DR está disponível em @diariorepublica (https://twitter.com/diariorepublica), no Facebook em https://www.facebook.com/DiarioRepublicaPT e no Instagram em @diariorepublica (https://www.instagram.com/diariorepublica/).

O Diário da República (DR) é o jornal oficial da República Portuguesa, assim denominado desde 10 de abril de 1976.

É através do DR que os cidadãos tomam conhecimento dos atos com relevância política e jurídica que regem a organização da sociedade portuguesa, é sublinhado.

A versão eletrónica do Diário da República, como serviço público universal e gratuito, veio dar um contributo determinante para a democratização do acesso à informação jurídica, um compromisso agora alargado com a publicação de conteúdos relevantes nas redes sociais, acrescenta a INCM.

Para a administração, “este passo é uma extensão da missão de serviço público que orienta a atividade desta instituição nas suas várias dimensões”.

“Depois do considerável e progressivo aumento do número de acessos ao Diário da República Eletrónico, tornou-se quase um dever encontrar outras formas de fazer chegar a informação oficial a todos”, sublinha.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.