O alerta para o incêndio foi dado às 10:35, tendo sido mobilizados para o local nove operacionais apoiados por um veículo de combate a incêndios e duas ambulâncias.

Em declarações à Lusa, o comandante dos Bombeiros Velhos de Aveiro, Carlos Pires, disse que o incêndio terá tido origem numa “reação química entre dois produtos”.

"Há duas estudantes que foram assistidas no local devido a ferimentos ligeiros, tendo sido transportadas para o Hospital de Aveiro com queimaduras de primeiro e segundo grau", referiu o mesmo responsável.

O comandante Carlos Pires disse ainda que o incêndio já foi dado como dominado, adiantando que o laboratório sofreu danos “muitos ligeiros”, mantendo-se operacional.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.