Fonte do Comando Distrital de Operação de Socorros (CDOS) de Braga disse à Lusa que o alerta foi recebido esta madrugada pelas 05:30, pedindo auxílio para dois militares da GNR que “sentiram náuseas e dificuldades respiratórias”.

Os militares teriam respirado “gás” e ou “pó” após uma ocorrência relacionada com uma explosão de uma caixa multibanco localizada na Rua Senhora da Saúde, em Esposende.

Fonte do Comando da GNR de Braga, Filipe Martins, explicou à Lusa que uma patrulha da GNR se deslocou à Cooperativa de Crédito Agrícola de Esposende, onde se registou "um assalto a uma caixa multibanco com recurso a explosivos".

A patrulha ainda se cruzou com os assaltantes no local da explosão da caixa multibanco e procederam depois a uma perseguição na viatura da GNR aos alegados assaltantes.

Nessa perseguição houve “o lançamento de pó de um extintor e foi esse pó inalado que levou os militares ao Hospital de Barcelos com intoxicação na garganta", acrescentou Filipe Martins.

O assalto aconteceu por volta das 5h00.

O caso passou para a Polícia Judiciária.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.