Os dois homens, de 34 e 48 anos, do Kuwait e Itália, respetivamente, foram detidos pela polícia antiterrorista britânica pouco depois das 19:00 locais (mesma hora em Lisboa) no aeroporto de Stansted, em Londres, num voo que partiu de Viena.

Segundo um porta-voz da companhia aérea Ryanair, a tripulação recebeu um alerta de “uma potencial ameaça à segurança a bordo”.

“De acordo com os procedimentos, o capitão notificou as autoridades britânicas e seguiu para o aeroporto de Stansted, onde a aeronave aterrou normalmente”, referiu o porta-voz.

Os passageiros puderam desembarcar “com segurança”, segundo a companhia.

A Royal Air Force (RAF), a força aérea britânica, disse que dois caças Typhoon foram mobilizados – de sua base na cidade de Coningsby, no condado inglês de Lincolnshire – “para intercetar um avião civil”, que foi “escoltado para um local seguro de Stansted”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.