Trump sublinhou que os Estados Unidos “vão trabalhar juntamente com o Peru com vista a melhorar as instituições democráticas e ajudar o povo da Venezuela”, informou a Ccasa Branca em comunicado.

A Venezuela vive uma crise política e económica, com mais de um mês de protestos nas ruas, tanto de chavistas como de antigovernamentais, os quais já resultaram em 27 mortos e mais de 700 feridos.

O Governo de Trump não descarta a possibilidade de aumentar as sanções impostas pela administração de Barack Obama contra alguns membros do Governo de Maduro, enquanto no Senado norte-americano já foi apresentada uma nova legislação para aumentar as referidas sanções e ampliar as formas de atuação sobre a situação da Venezuela.

Além disso, o presidente peruano, por sua vez, manifestou o agradecimento ao governo norte-americano pela “rápida assistência humanitária do Presidente Trump, em resposta às devastadoras inundações no Peru”, ocorridas nos últimos meses, informou o comunicado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.