Niterói e São Gonçalo tornaram-se nos primeiros municípios do estado do Rio de Janeiro a intensificar as medidas restritivas de tráfego e circulação de pessoas, decretando o chamado “lockdown”, que será aplicado por um período inicial de cinco dias.

Com esses dois municípios da região metropolitana do Rio de Janeiro, já são 20 as cidades brasileiras que adotaram um bloqueio total para impedir a propagação da pandemia.

A prefeitura de Niterói, a quarta cidade do estado com mais mortes por coronavírus (39), anunciou que a mobilização fora dos serviços essenciais será punida com multas de até 180 reais (cerca de 28 euros), que poderão ser duplicadas em caso de reincidência.

Na cidade vizinha de São Gonçalo também foi decretado o “encerramento total de todos os estabelecimentos não essenciais”, assim como a proibição de a população permanecer em locais públicos.

As autoridades municipais frisaram que os infratores das novas medidas poderão ser responsabilizados civil, administrativa e criminalmente, ou seja, poderão ser acusados de violar uma medida sanitária preventiva ou de crime de desobediência.

Atrás de São Paulo, o Rio de Janeiro é o segundo estado do Brasil mais afetado pelo coronavírus, após contar com mais de 17 mil casos e 1.714 mortes em decorrência da covid-19 até este domingo.

A sua capital homónima, de acordo com os dados mais recentes, lidera no número de mortes (1.126) e de casos (10.520) de coronavírus em todo o estado do Rio de Janeiro.

Em conferência de imprensa, o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou hoje mais medidas para intensificar o isolamento social, que serão válidas entre os dias 12 e 18 de maio.

Entre as normas destacam-se a proibição de circulação automóvel em algumas regiões da cidade, o encerramento de lojas não essenciais, além de bares e restaurantes.

Crivella acrescentou que as apostas presenciais nas agências de lotaria também serão restringidas, assim como todas as obras no município que não sejam consideradas de “emergência”.

Também o governo do estado brasileiro de Pernambuco, no nordeste do país, deu hoje informações sobre a ampliação das medidas de isolamento social, a partir do próximo sábado, nas cidades de Recife, capital regional, e nas vizinhas Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata.

Embora as autoridades locais não tenham usado o termo “lockdown”, o decreto proíbe os cidadãos dessas localidades de saírem de suas casas sem efetiva necessidade.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 282 mil mortos e infetou mais de 4,1 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de 1,3 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.