Segundo fonte daquele Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS), o alerta foi dado às 14:39, por um popular.

A menina de 14 anos foi resgatada inconsciente do rio Vouga, em Águeda, e transportada para o Hospital de Aveiro em manobras de reanimação e com prognóstico "muito reservado", disse à Lusa o vice-presidente da Câmara de Águeda. Fonte do CDOS informou que a menina não sobreviveu. “Não conseguimos recuperar a menina".

O corpo do menino de 11 anos foi resgatado cerca das 18h00. Em declarações no local, Jorge Almeida explicou que "o menino foi resgatado sem vida".

Segundo disse à agência Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários de Águeda, que têm no local sete viaturas, nas buscas participam ainda elementos dos Voluntários de Albergaria-a-Velha e de Sever do Vouga e ainda meios dos Bombeiros Novos de Aveiro.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Águeda, Jorge Almeida, explicou que "Os familiares contam que [o menino] foi o primeiro a sentir dificuldades e a irmã terá ido em socorro dele".

"Trata-se de uma família da zona de Santa Maria da Feira, que veio almoçar e dar uma volta à beira do rio. Os miúdos quiseram molhar os pés e a mãe terá recomendado que ficassem só na beira", referiu.

Jorge Almeida disse ainda que "não tem sido uma zona de acidentes".

De acordo com os bombeiros de Águeda, o local onde as crianças tomavam banho não está classificado como praia fluvial, mas é uma zona do rio Vouga que, pelas condições que apresenta, é por alguns frequentada como tal.

[Notícia atualizada às 18h54]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.