Fonte do Comando Metropolitano de Lisboa (COMETLIS) disse à Lusa que se tratou de um caso relacionado com a regulação do poder paternal das duas crianças, que estão à guarda da tia, alegadamente por problemas psiquiátricos da mãe e do pai biológicos.

O alerta foi dado pela tia, ao final da tarde de domingo, depois de ter sido abordada, junto ao Jardim Zoológico de Lisboa, pela mãe das crianças, que se fazia acompanhar por mais quatro homens e que lhe retiraram as crianças à força.

A tia, que será familiar do pai biológico, contactou as autoridades policiais através do 112 e forneceu-lhes a morada da mãe das crianças, que reside em Santo António dos Cavaleiros, em Loures, para onde se dirigiu uma equipa da investigação criminal e um carro patrulha.

A fonte do COMETLIS adiantou à Lusa que os cinco suspeitos foram apanhados em flagrante, tendo sido imediatamente detidos e as crianças entregues à tia.

A mesma fonte acrescentou que a mãe e os quatro homens estão detidos nas instalações do COMETLIS e que deverão ser presentes a tribunal durante o dia de segunda-feira.

Pela natureza do crime, o caso foi também encaminhado para a Polícia Judiciária.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.