Contactado pela agência Lusa, o capitão Silva Lampreia referiu que a praia fluvial de Argaçosa, zona balenar vigiada, e a praia do Lumiar (marítima, não vigiada) encontram-se desaconselhadas a banhos, desde as 10:00 de quarta-feira.

A decisão, articulada com o delegado de saúde, a Câmara de Viana do Castelo e a capitania, foi tomada na sequência das análises realizadas regularmente às águas fluviais e marítimas do concelho terem revelado um “parâmetro fora do quadro de qualidade”, relacionado com a presença da bactéria  ’Escherichia coli’.

Segundo o capitão Silva Lampreia, “ambas as praias não possuem bandeira azul”.

O responsável adiantou que, no caso da praia da fluvial da Argaçosa, por ser vigiada, foi hasteada a bandeira vermelha.

Já na praia do Lumiar, em Carreço, foram colocadas placas a desaconselhar banhos no mar.

O capitão Silva Lampreia acrescentou que, “de acordo com informação da Câmara de Viana do Castelo, hoje seriam colhidas novas amostras de água nas referidas praias”.

“Estamos a aguardar os resultados das novas análises para retomar o normal funcionamento das zonas balneares”, referiu.

A Lusa contactou a autarquia, mas até ao momento não recebeu resposta.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.