Abdel Fattah Al-Sisi, o atual presidente do Egito, venceu as presidenciais desta semana com 92% dos votos — número estimado, uma vez que os resultados oficiais só serão divulgados na próxima semana —, numas eleições com taxa de participação de apenas 42%.

De acordo com o jornal The Economist, registaram-se mais de um milhão de votos nulos. Mas entre eles surgiu um nome que se repetiu várias vezes: Mohamed Salah, o avançado egípcio do Liverpool.

Feitas as contas, aqueles que riscaram os dois candidatos e escreveram o nome de Mohamed Salah deram-lhe uma "vitória" face ao candidato derrotado, que teve apenas 3% dos votos contra os 5% do jogador do Liverpool.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.