"Basta de ser sempre os mesmos. Temos de mudar. Uma mudança positiva, com ou sem geringonça. Estamos aqui para mudar, mudar para as pessoas", disse o candidato, após a entrega das listas às eleições de 22 de setembro no Tribunal da Comarca da Madeira, no Funchal.

Filipe Rebelo sublinhou que o objetivo do PDR, partido que integra a coligação Confiança, que lidera a Câmara do Funchal, juntamente com o PS, BE e Nós, Cidadãos!, é agora ter assento na Assembleia Legislativa da Madeira.

"Sem sombra de dúvida", recalçou, manifestando-se disponível para acordos com qualquer força política, menos com o PSD, que governa o arquipélago há quatro décadas.

Filipe Rebelo disse que uma coligação com os outros partidos será uma "boa geringonça".

"A Madeira neste momento perdeu a autonomia e a gente tem de ganhá-la. Perdemos a continuidade territorial, perdemos imensa coisa. Temos de ir recuperar tudo o que é nosso, aquilo que conquistámos nos últimos 40 anos", salientou.

O cabeça de lista do PDR tem 38 anos, é licenciado em Educação Física e Desporto e atualmente desempenha funções de gestor na empresa municipal SocioHabita Funchal.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.