De acordo com os dados do Júri Nacional de Exames, divulgados hoje pelo Ministério da Educação, estão inscritos para a 1.ª fase dos exames nacionais 148.844 alunos, que vão realizar 263.330 provas.

Dos 65.903 rapazes e 82.941 raparigas inscritos, 109.650 vai a exame apenas com o objetivo de se candidatar ao ensino superior, ou seja, 74% do total, e em média cada aluno realiza mais de um exame. Há ainda 31.912 alunos a prestar provas para tentar melhorar a classificação final da disciplina.

À semelhança dos anos anteriores, Biologia e Geologia (45.146), Português (43.573), Física e Química A (42.277) e Matemática A (40.717) são as provas com maior número de inscritos.

Português e Matemática A são as provas mais usadas para candidatura ao ensino superior, com 40.352 e 37.419 inscritos, respetivamente, com esse objetivo, enquanto Biologia e Geologia e Física e Química A são as que têm um maior número de alunos inscritos para melhoria de nota, com 12.995 e 11.028 inscrições, respetivamente, para esse efeito.

As provas de Português Língua Não Materna são as que têm menos alunos inscritos (16), seguidas de Mandarim e Português Língua Segunda, com 21 inscritos, e Latim A, com 29 inscritos.

Os cursos científico-humanísticos do ensino regular, como habitualmente, representam a grande maioria das inscrições (86%), havendo 9% de inscritos com origem nos cursos profissionais.

Os cursos artísticos especializados, o ensino recorrente e provas para equivalências representam, em cada um dos casos, 1% das inscrições.

Cerca de metade dos alunos que este ano vão a exame são de Ciências e Tecnologias, seguida de Línguas e Humanidades (21%) e Ciências Socioeconómicas (12%).

A 1.ª fase dos exames do ensino secundário arranca a 17 de junho, com a prova de Português, às 09:30. O exame de Biologia e Geologia decorre a 21 de junho, pelas 09:30, Física e Química A a 27 de junho, também pelas 09:30, e Matemática A a 30 de junho, à mesma hora.

A 1.ª fase termina a 6 de julho com os alunos do 11.º ano a realizar as provas de Geometria Descritiva (9:30) e História B (14:00).

Este ano, tal como aconteceu nos dois últimos anos, as provas voltam a ter perguntas opcionais, mas em menos percentagem.

As pautas com as notas dos alunos do ensino básico serão afixadas a 11 de julho, enquanto as notas dos alunos do secundário só serão conhecidas a 19 de julho.

A 1ª fase das candidaturas ao concurso nacional de acesso ao ensino superior decorre entre os dias 25 de julho e 08 de agosto.

A situação pandémica no país, levou a Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES) a manter, novamente este ano, a regra que prevê que os alunos infetados com covid-19 no dia em que deveriam realizar os exames nacionais os possam fazer na 2.º fase e concorrer à 1.º fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior.

Este é o calendário completo para a 1ª e 2ª Fase

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.