Um fundo de apoio governamental local, criado para ajudar os moradores com dificuldades financeiras decorrentes da pandemia foi parar à conta bancária de um jovem, que não foi identificado, por acidente, escreve o jornal britânico The Guardian.

O governo da cidade de Abu, na zona oeste do Japão, também se enganou na quantia transferida, acabou por enviar dinheiro destinado a todas as 463 famílias de rendimentos considerados baixos, segundo os média japoneses.

O governo local em vez de enviar a quantia correta – ¥ 100.000 (cerca de 735 euros) – transferiu dinheiro destinado a todas as 463 famílias de baixos rendimentos, em vez de ter transferido só o equivalente a uma família.

O erro foi logo detetado pelas autoridades locais, que pediram de seguida, por meio de um comunicado, o retorno imediato dos fundos (um total superior a 340 mil euros), porém não conseguiram entrar em contacto com o destinatário.

O homem, que alegadamente morava sozinho, concordou em devolver o dinheiro, nunca fase inicial, mas depois afirmou sem explicação que o dinheiro tinha “sido movido” da sua conta.

Os registos mostraram que o homem de 24 anos retirou todo o dinheiro da conta bancária entre 8 e 21 de abril.

Segundo o advogado do jovem que terá ficado com o dinheiro dos fundos destinados pelo governo local para apoiar as famílias, o dinheiro foi todo gasto num casino online através do telemóvel — assim sendo, seria “difícil”, salienta o advogado, para o seu cliente devolver o dinheiro, pela ausência da pose de um ativo.

O autarca de Abu, Norihiko Hamada, descreveu as ações do homem como “imperdoáveis” e disse que a cidade fará o possível para recuperar o dinheiro.

Os ¥ 100.000 (aproximadamente 735 euros) foram enviados para cada uma das famílias que perderam os pagamentos originais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.