Uma porta-voz do governo escocês confirmou que duas pessoas diagnosticadas com gripe estavam a ser examinadas e que outras três estavam a ser igualmente monitorizadas como medida de precaução, de acordo com a BBC.

"Após viajarem para Wuhan, duas pessoas diagnosticadas com gripe, encontram-se de momento a serem examinadas para o novo coronavírus. Outras três foram igualmente submetidas a exames como medida de precaução", revelou o porta-voz.

Segundo a emissora britânica, acredita-se que pelo menos três pacientes serão cidadãos chineses. Juergen Haas, especialista em doenças infecciosas da Universidade de Edimburgo, já tinha mencionado três casos suspeitos em Edimburgo.

A BBC não adianta o local onde é que os pacientes estão a receber tratamento, mas avança que um dos casos pode ser um estudante da capital escocesa. No entanto, o porta-voz do executivo informou que não existem casos confirmados de coronavírus no Reino Unido e que o risco para a população escocesa continua baixo.

Os primeiros casos do vírus “2019 — nCoV” apareceram em meados de dezembro na cidade chinesa de Wuhan, capital e maior cidade da província chinesa de Hubei, quando começaram a chegar aos hospitais pessoas com uma pneumonia viral.

Os sintomas destes coronavírus são mais intensos do que uma gripe e incluem febre, dor, mal-estar geral e dificuldades respiratórias, incluindo falta de ar.

A 18ª vítima mortal foi anunciada esta quinta-feira na província de Hebei, perto da capital, Pequim.

*Com agências  

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.