As aulas do 1.º ciclo na escola pública das Laranjeiras, em Lisboa, foram suspensas devido à falta de funcionários em número suficiente, já que um destes testou positivo para a covid-19. A informação foi divulgada ao final da tarde de sábado aos encarregados de educação dos alunos da Escola Básica1/Jardim de Infância (EB1/JI) das Laranjeiras, com a previsão de que a escola não iria abrir "nos próximos dias”.

"Esta situação deve-se ao facto de não haver assistentes operacionais (AO) em número suficiente, uma vez que uma AO testou positivo à covid-19 e em sequência outras três vão ser testadas e ficar em isolamento", lia-se na nota.

Todavia, a Câmara Municipal de Lisboa veio dizer, em comunicado enviado às redações, que "as orientações do Ministério da Educação são taxativas e não permitem aos diretores de agrupamento encerrar uma escola por iniciativa própria – tendo de submeter uma proposta nesse sentido ao Ministério da Educação".

Foi ainda referido que a Câmara "não foi previamente informada sobre qualquer dificuldade com o número de assistentes operacionais que conduzisse ao encerramento da escola", tendo contratado, no início do ano letivo, "mais 100 assistentes operacionais para reforçar o número de funcionários nas escolas".

Desta forma, "graças a esta bolsa de funcionários, e mesmo com a infeção, entretanto detetada, a Escola Básica das Laranjeiras tinha assistentes operacionais em número suficiente (9) para ter equacionado soluções que mantivessem a escola a funcionar - de acordo com as orientações do Ministério da Educação e da Direção Geral de Saúde", pode ler-se.

Para que a escola possa reabrir, foi garantida "a colocação de mais 4 assistentes operacionais a partir do dia de amanhã", segundo a Câmara de Lisboa.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.