“Eu queria agradecer pelas suas boas-vindas”, disse Macron no discurso de quarta-feira. “Obrigado a si e à sua deliciosa esposa pela calorosa receção”.

Nas redes sociais, o adjetivo “deliciosa” atribuído a Lucy Turnbull não passou despercebido.

O jornalista australiano Matt Doran escreveu no seu Twitter: “Macron acabou de dizer ao Turnbull que queria agradecer à sua deliciosa esposa?”

Nadia Daly, jornalista da ABCnews, acrescenta que se deve tratar de uma “tradução um bocado desajeitada”.

Jamie McKinnell, jornalista da Associated Press, escreve, também no Twitter, que se deve tratar de uma tradução mal feita por parte do próprio Emmanuel Macron.

Ao anexar um screenshot do Google Tradutor, o jornalista mostra que “délicieux” pode ser considerado “delightful” [encantador] ou “lovely” [adorável]. Ou seja, Macron poderá ter considerado que “delicious” teria o mesmo significado que “délicieux”.

Macron chegou a Sydney para uma viagem de dois dias, onde vai discutir com Turnbull o comércio, a defesa e os objetivos partilhados. Macron é o segundo presidente francês a fazer uma visita oficial ao país.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.