O "graffiti" cobre a perna esquerda da mulher que está a ser beijada, do tornozelo ao joelho, informou a polícia de Sarasota, Flórida, cidade onde a estátua está exposta.

Acredita-se que o vandalismo tenha sido cometido na segunda-feira, um dia após a morte do icónico marinheiro George Mendonsa, aos 95 anos.

=68.ARBO65YnAzbwbQetPxHEuLf0eaubfdxQprglWkyQw-MJEeLJQ56CDtcf70Tv6B7UNjolLGVK8lk7RUHehXFkQwCKzm0p7-wYzIsMt9mc7xWYD_ieKb7Iq_01Z3j-jeu7J0J1iQAdB4iemLxMxQdW5uFDaZYGKRtAfIq6bIHtOujYevOEWlNxP3ALUnMvRMmqewRWp9mnzRx8ohQykLB9zuz2dNHPK6lbAC_l9TAo7jbCvrw3zES0AS1H9tNY8QGQmps2Rnk29tdKCOaxpDZeDvYgJP1uT3JX92loCDlK80RSeExaGTtxmXXFIzu5Vr4ty0quEBoIKxm25Q2Y5GsfiHOPeg&__tn__=-R"/]

Nessa imagem, registada pelo fotógrafo Alfred Eisenstaedt para a revista Life, Mendonsa é visto debruçado sobre a mulher a quem está a beijar e que usa um uniforme branco de enfermeira.

Mendonsa, que esteve mobilizado no Pacífico durante a Segunda Guerra Mundial, estava de férias quando a fotografia foi tirada.

Eisenstaedt descreveu ter visto como o marinheiro correu pela rua e agarrou a primeira mulher que encontrou para beijar. "Corri à frente dele com a minha Leica a olhar por cima do meu ombro, mas nenhuma das fotos possíveis me satisfazia", escreveu em "Eisenstaedt on Eisenstaedt". "De repente, vi alguém a agarrar algo branco. Virei-me e disparei no momento em que o marinheiro beijou a enfermeira. Se ela estivesse vestida de preto, nunca teria tirado a foto."

Entendido como um momento de êxtase por parte de Mendonsa durante décadas, símbolo da alegria pelo fim da Guerra, o beijo tem sido escrutinado nos últimos anos como uma demonstração de assédio e agressão sexual por não ter sido consentido por Greta Zimmer Friedman.

Numa entrevista à CNN em 2005, Mendonsa admitiu estar bêbado no rescaldo da rendição do Japão e que quando chegou a Times Square, viu a enfermeira e "foi puro instinto, creio." Da parte de Friedman, a enfermeira disse numa entrevista do mesmo ano que o beijo não foi consensual, mas que não o levou a mal por considerar um "ato jubilante".

O movimento #MeToo surgiu em defesa das vítimas de abuso sexual, assédio e abuso.

A polícia de Sarasota disse que não há videovigilância na área onde ocorreu o vandalismo nem testemunhas, mas a frase já foi removida da estátua, tendo tido um custo avaliado de 1.000 dólares.

Segundo anunciou a sua filha ao diário Providence Journal, George Mendonsa teve um derrame no domingo, 17 de fevereiro, depois de sofrer uma queda no lar onde vivia em Middletown, Rhode Island.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.