“O piloto embarcou num avião da Sunwing, juntamente com 99 passageiros e cinco membros da tripulação, pouco antes das 07:00 de sábado. O seu comportamento foi anormal, tendo inclusive os funcionários do aeroporto reparado”, afirmou o sargento Paul Stacey, em declarações aos média locais.

O piloto perdeu a consciência na cabine do Boing 738, que tinha como destino Cancun, no México.

A polícia foi chamada a intervir e deteve o piloto, que tinha um valor de álcool no sangue “três vezes mais do que o permitido”, que são 0,08 miligramas, já considerado um crime no Canadá.

O homem foi identificado como Miroslav Gronych, de 37 anos, de nacionalidade eslovaca, e com visto de trabalho no Canadá.

O piloto vai ser ouvido em tribunal para primeiro interrogatório na próxima quinta-feira.

Após o incidente e com a substituição do piloto, o avião seguiu para o México, com paragens em Regina e em Winnipeg.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.