Kevin Berling, que diz sofrer de ansiedade, já advertido aos seus superiores na empresa Gravity Diagnostics que não desejava comemorar o seu aniversário, explicando que a data trazia más lembranças relacionadas com o divórcio dos seus pais, segundo os documentos judiciais.

No entanto, a 7 de agosto de 2019, durante a pausa para o almoço, Berling foi surpreendido com os cumprimentos de "feliz aniversário" de muitos colegas e um cartaz alusivo à ocasião na sala de descanso da empresa, situada no estado de Kentucky.

Em resposta, o funcionário dirigiu-se ao seu automóvel, onde, segundo afirmou, sofreu um ataque de pânico.

No dia seguinte, durante uma reunião com a sua chefe e outro colega para falar sobre o que tinha ocorrido, Berling "agrediu ambos verbalmente, cerrando os punhos e os dentes, com o rosto vermelho e tremendo", pedindo à mulher que "se calasse", contou John Maley, advogado da Gravity Diagnostics, num e-mail enviado à AFP.

A supervisora e o outro funcionário presente "temeram pela sua segurança", acrescentou Maley, o que fez com que a empresa demitisse Berling. Antes desse incidente, porém, o funcionário nunca tinha sofrido punições ou advertências pelo seu comportamento.

Para anular a sua demissão, Berling processou a Gravity Diagnostics por "discriminação por motivos de incapacidade", obtendo, no fim de março, uma ordem de indenização de 150 mil dólares pela perda de rendimentos e de 300 mil dólares pela humilhação, a perda de autoestima e o sofrimento causado.

A empresa, que nega qualquer discriminação e alega que não foi informada sobre os problemas de ansiedade do funcionário, entrará com um recurso, explicou Maley. "Os empregadores, particularmente neste momento de violência nos locais de trabalho, têm o direito e devem tomar medidas imediatas, como neste caso, para proteger os seus funcionários", afirmou o advogado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.