O líder democrata no Senado, Chuck Schumer, disse que o republicano Donald Trump perguntou hoje à presidente daquele órgão, Nancy Pelosi, se ela concordava em financiar o seu muro na fronteira com o México e quando esta respondeu "não", o Presidente levantou-se e disse: “Então não temos mais nada para discutir”.

Schumer classificou a atitude de Donald Trump como “muito, muito lamentável”.

Donald Trump também reagiu no Twitter, escrevendo que a reunião foi uma “total perda de tempo” e que perante a recusa de financiamento do muro declarou: “Adeus, nada mais funciona”.

Pelosi e Schumer tinham ido à Casa Branca tentar alcançar um acordo para dar fim à paralisação orçamental dos Estados Unidos.

Trump insiste na necessidade de obter 5,7 mil milhões de dólares para construir um muro na fronteira com o México.

Esta disputa pelo muro - uma das promessas de campanha de Trump - ocorre em plena mudança no ciclo político nos Estados Unidos, depois dos democratas recuperarem, na semana passada, o controlo da Câmara dos Representantes, embora os republicanos continuem a ter a maioria no Senado.

"Acho que o presidente deixou clara a sua postura de que não vai haver nenhum acordo sem um muro", disse o vice-presidente Mike Pence após a reunião.

Enquanto isto decorre, mais de 800.000 funcionários federais afetados pela paralisação esperam uma resolução do conflito que os aflige desde 22 de dezembro. Muitos encontram-se numa licença forçada sem vencimentos, levando-os a graves problemas financeiros que pioram a cada dia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.