"No PS não andamos a sobrevoar o interior de helicóptero nem temos esta distância das regiões ultraperiféricas que nos leve a nem sequer ter um candidato numa região tão importante como os Açores", assinalou hoje Pedro Marques, falando aos jornalistas em Ponta Delgada após uma reunião com representantes do setor agrícola.

O socialista referia-se ao facto de o partido ter o açoriano André Bradford em quinto na lista ao hemiciclo europeu, ao passo que o PSD não apresenta ninguém pela região, depois da polémica em torno do avançar ou não de Mota Amaral e do lugar do antigo Presidente da Assembleia da República na lista social-democrata.

Para Pedro Marques, é "muito difícil de explicar" a posição do PSD, mas o PS, por Bradford, um "profundo conhecedor da região", "tem em conta as regiões ultraperiféricas" e os Açores em concreto.

"Vamos ter um representante dos Açores no Parlamento Europeu porque o PS assim o entendeu", insistiu o antigo ministro.

Já André Bradford valorizou também a "opção política" do PS, mas assinalou ser necessário "motivar" as pessoas para votarem no próximo domingo nas eleições europeias.

Esta noite, Pedro Marques, André Bradford, e os líderes do PS nacional e dos Açores, António Costa e Vasco Cordeiro, marcam presença num jantar-comício em Vila Franca do Campo, na ilha de São Miguel.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.