“Isto respeita a intenção do governo de sair da União Europeia com um acordo e de aprovar a legislação necessária antes de 22 de maio, para que não tenhamos a necessidade de participar” nestas eleições, que seriam então anuladas, especificou o porta-voz.

A primeira-ministra, Theresa May, solicitou um adiamento da saída da União Europeia, o designado ‘Brexit’, do atual prazo de 12 de abril para até 30 de junho, para tratar durante este período da ratificação do Acordo de Saída.

No final de março, os dirigentes europeus recusaram um pedido similar de May e ponderam agora oferecer a Londres uma extensão flexível de um ano, que terminaria quando a Câmara dos Comuns aprovar o acordo alcançado em novembro de 2018.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.