"Ken Livingstone foi suspenso pelo Partido Trabalhista, enquanto se aguarda uma investigação, por descredibilizar o partido", disse um porta-voz do partido.

Livingstone disse à rádio BBC que "quando Hitler venceu as eleições, em 1932, a sua política apontava que era preciso mudar os judeus para Israel. Ele estava a apoiar o sionismo antes de enlouquecer e matar seis milhões de judeus"

Estas afirmações tinham a intenção de defender a deputada trabalhista Naz Shah, que foi suspensa na quarta-feira por ter escrito, em 2014 no Facebook, que Israel devia ser transferido para os Estados Unidos.

"Estive no Partido Trabalhista por 40 anos e nunca ouvi ninguém dizer algo antissemita. Ouvi muitas críticas ao estado de Israel e os seus abusos para com os palestinianos, mas nunca ouvi falar de alguém antissemita", disse Livingstone.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.