“Houve uma pequena explosão”, afirmou fonte dos bombeiros. Ao que o SAPO24 conseguiu apurar, a explosão deu-se “com um pequeno aquecedor de comida", utilizado no buffet do restaurante para manter as refeições quentes.

"Tivemos um pequeno incidente com uma garrafa de chama viva, a álcool, que se incendiou", afirmou Pedro Monforte,  diretor do Hotel Vila Galé de Lagos, ao telefone com o SAPO24.

"Acionámos de imediato os meios de apoio", disse o diretor do Hotel que não foi fechado, nem evacuado.

No momento do incidente, estavam no restaurante entre "20 a 30 pessoas", confirmou, afirmando que "o Hotel está em pleno funcionamento".

De acordo com a Proteção Civil de Portimão, a pequena explosão causou 2 feridos graves de nacionalidade alemã, um de 82 e outro de 69 anos, e um ferido ligeiro, com 50 anos e de nacionalidade portuguesa.

Ao local, foram enviados seis veículos de emergência com 16 operacionais, incluindo Bombeiros de Lagos, INEM e GNR.

De acordo com o chefe de equipa, "os feridos graves foram encaminhados para o Hospital de Portimão e o ligeiro para o de Lagos", confirmou Ricardo Fernandes.

O alerta foi dado às 19h00, hora de abertura do restaurante para o período de jantar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.