Em comunicado enviado à agência Lusa, o município refere que a iniciativa vai ser apresentada no domingo, pelas 16:00, no Centro Cultural de Campo Maior, no decorrer de uma conferência de imprensa que tem como “intuito” anunciar à população a realização do evento.

De tradição secular e realizadas pela última vez em 2015, as festas são conhecidas por apresentarem dezenas de ruas “engalanadas” com flores de papel.

A iniciativa, que este ano deverá decorrer entre o final do mês de agosto e o inicio do mês de setembro, é promovida pela Associação das Festas do Povo de Campo Maior e envolve a ornamentação das ruas, sobretudo do centro histórico, com milhares de flores em papel feitas pela população.

A preparação dos festejos é feita rua a rua, sendo que o trabalho desenvolvido em cada uma delas fica em segredo, mesmo para amigos e familiares dos moradores, e só é dado a conhecer na noite da enramação (quando são decoradas).

Em 2015, perto de 7.500 voluntários prepararam a última edição das Festas do Povo, na qual participaram 99 ruas, numa extensão de cerca de 10 quilómetros.

As Festas do Povo de Campo Maior passaram, em dezembro de 2018, a estar inscritas no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, estando ainda em curso a sua candidatura a Património Cultural Imaterial da Humanidade, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.